Tecidos

Um mundo de inspiração.

A Escola de costura e design Traços e Pontos surge após muita experiência de atelier. A nossa formadora Cidália Maia começou a costurar para as suas clientes na década de 90, o que permite face também a formação da formadora Vanessa Maia uma compreensão bastante ampla das peças e tecidos utilizados.

A indústria da matéria prima utilizada na costura está sempre a evoluir, com ela também novas e melhores máquinas para determinadas operações de costura. No entanto ao alargar a costura para área de ensino, com o passar dos anos e acumulação de experiencia como formadoras, verificamos que a noção dos materiais a usar não é muito clara, em alguns casos.

 

Neste post vamos abordar essencialmente as dificuldades relacionadas com a escolha da matéria prima, e como esta decisão pode impactar  a aprendizagem.

Antes da questão da escolha dos tecidos convém referir que um dos maiores problemas que atrasam quem pretende aprender  a costurar, é o saltar etapas. Se pretende começar a costura como profissão ou como um hobbie mais sério, é importante a realização de que cortar caminho só vai prejudicar a sua aprendizagem e dificultar a sua evolução. 

Claro que pode parecer dúbio da nossa parte referir esta questão, pois os cursos da Traços e Pontos são pagos, no entanto podemos garantir que cortar caminho não o vai ajudar. Entenda em que nível de manuseamento da máquina está, compreenda o grau de aprendizagem em que se encontra. Aponte as operações que aprende nas suas aulas e repita as peças em casa, treine, repita e insista em melhorar sistematicamente.  Não deixe nenhuma dúvida por tirar. Entenda que saltar etapas é comprometer a qualidade dos seus produtos finais, além de que prejudica o seu rendimento, pode levar a uma frustração e estagnação que o faça desistir da área da costura.  

Ao entrarmos no mundo da formação de costura, compreendemos que pouco se fala das matérias primas e das dificuldades associadas. Cada tecido tem a sua dificuldade de manuseamento, derivado a sua composição, padrão entre outros fatores (ex lantejoulas).

Consoante o seu nível de aprendizagem, é necessário considerar os tecidos que irá utilizar. Se estiver a iniciar a sua jornada na costura, aconselhamos a que use tecidos simples, (ex algodão fazendas sem elasticidade etc). O foco da sua jornada é aprender a enfiar a máquina, não se esquecer de rematar, técnicas como coser ao cm, ao calcador, fazer pinças, entre muitas outras. Ao escolher uma viscose, uma seda natural ou sintética, uma lycra (tecidos com muita mobilidade, ou que estique) vai se deparar com a dificuldade acrescida de manusear os tecidos. Retirando o seu foco das técnicas a aprender/ melhorar. Isto dificulta a repetição das operações, e não rentabiliza as suas horas de aulas.

Por exemplo, para quem está a iniciar, uma blusa em seda demora em média o dobro do tempo a terminar, mesmo que seja um modelo de iniciação, do que a mesma blusa em algodão. Para não falar, como referido anteriormente que o foco em manusear o tecido sobrepõe-se às técnicas. Posteriormente quando quiser repetir, aplicando o que aprendeu numa outra peça será muito mais difícil.

Padrão

 

Tenha em conta que para costurar o padrão também trás uma dificuldade acrescida, um dos enganos básicos que podem acontecer são: não prestar atenção ao no fio direito no padrão, ficando uma parte da peça num sentido outra noutro, ou a peça pode ficar enviesada, acabando por ficar torta quando a terminar. Por este motivo, e pela questão de manuseamento dos tecidos, muitas das nossas alunas fogem dos padrões e rentabilizam a iniciação cosendo em pano cru, repetindo as peças depois em casa nos tecidos que gostariam de usar.

Cor 

Quando falamos de cor, não podemos ignorar a iluminação, nunca se esqueça que nas lojas onde vai comprar as suas matérias primas a iluminação é artificial e isto pode influenciar bastante a cor dos seus tecidos, muitas das vezes resultando numa compra que não corresponde muito bem ao que pretendia adquirir.

Em suma, a escolha do tecido adequado estará sempre relacionada com o grau de aprendizagem em que se encontra, maximize a sua aprendizagem e entre num mundo de criação repleto de sonhos.

Equipa Traços e Pontos,

Imagens de peças feitas pelos alunos na traços e pontos.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top